Filtros multi-camadas

Os filtros multicamadas, geralmente estão compostos por várias camadas de meios filtrantes de diferentes densidades e tamanhos de partículas, acomodados uma sobre a outra, ou em alguns casos específicos de meios de última geração de alto rendimento, podem ser usados somente um meio de origem zeolita.

Geralmente é utilizado antracita, granada e areia, acomodados de cima para baixo nessa ordem. Na base é colocado cascalhos como suporte dos demais meios filtrantes. Logo após um ciclo, é retrolavado o filtro com água em uma vazão aproximada de 20-25% maior que a vazão de circulação normal, para permitir que durante a lavagem o leito se expanda e seja reacomodado os meios filtrantes. Também é possível injetar ar no tanque desde a parte inferior para aumentar a turbulência e acelerar a expansão do leito. Os ciclos podem durar entre 12 e 24 horas (autonomia), dependendo do desenho do filtro, e as retrolavagens duram entre 15 e 60 minutos; durante este tempo, não será produzida água filtrada, portanto,  caso necessário contar com um tanque de armazenamento de água tratada para abastecer o processo posterior.

É recomendável em caso de água clorada como fonte de alimentação, que a decloração seja posterior a esta etapa, desta forma mantem-se as condições bacteriológicas do filtro. 

 MEIOS FILTRANTES ESPECIAIS

ANTRACITA

Devido a sua densidade única, a antracita pode ser utilizada em filtros multicamadas. Com uma densidade de 0,8gr/cm3, é adequada hidraulicamente e ficará por cima dos meios mais pesados como a areia ou granada, dando assim, uma capa de pré-filtração. Isto representa corridas mais largas e menor perda de carga, sem mencionar a redução de retrolavagem, isso significa uma enorme economia de água para esta etapa.

GRANADA

É um meio filtrante granular de alta densidade e dureza. É utilizado normalmente como a filtração mais fina de um sistema de filtração com uma multicamada com fluxo para baixo. Esta condição estável de grãos grandes por cima dos mais finos, é alcancável utilizando materiais de diferentes tamanhos e pesos específicos. A granada com seu alto peso específico de 4.0, forma a capa mais baixa de grãos finos e seu tamanho efetivo de 0.3mm pode filtrar até uma faixa de 10-20 micras.


TURBIDEX / FILTRO-AG

Um novo sistema de filtração por meios, muito mais efetivo que os anteriores, é o filtro Turbidex, que é composto por um recheio mineral de aluminosilicatos de superfície irregular e grande porosidade, e promove/propicia um excelente rendimento na filtração de sólidos suspensos.

Turbidex permite uma filtração mais profunda em comparação aos métodos de filtração convencionais, retendo partículas em uma faixa de 3 a 5 micras. Estes resultados são obtidos não só por separação física como, também por absorção eletro-estática, floculação e intercâmbio iônico. Como resultado da passagem pelo filtro turbidex, a água produto, alcança um valor de tubidez  de menos de 0,1 NTU.

Uma das principais vantagens do filtro Turbidex, é que a água não necessita métodos adcionais de filtração para estar pronta para uso, como normalmente ocorre com os filtros multicamadas ou de areia, onde logo após, é necessário a incorporaçãos de outro filtros. 

Por outro lado, esta tecnologia permite diminuir os custos de químicos e cartuchos para filtros, além da limpeza e vida útil das membranas do equipamentos, água abaixo do filtro Turbidex. Outra vantagem é a simplicidade de trabalhar com um só meio filtrante e não camadas de diferentes meios, com diferentes densidades, pesos e embalagem.

Na construção de um filtro, é importante observar a autonomia, a velocidade lineal de circulação do fluído (entre 12 e 30 m/h), a altura do teto do leito (ao redor de 1m), a altura disponível para a expansão  do leito (0,3 – 0,5m), a proporção de cada meio filtrante e a capacidade da bomba para gerar a pressão suficiente, trabalhando tanto a vazão de serviço como a de retrolavagem.

Para maiores informações acesse www.turbidex.com

ADSORBSIA

É um produto desenvolvido por DOW para a remoção de arsênico e outros metais pesados. O meio granular, baseado em dióxido de titânio, é descartável e conserva as propriedades cinéticas de sua estrutura nano-cristalina, mantendo uma estrutura física estável. Estudos nos Estados Unidos, tem demonstrado que ADSORBSIA apresenta cinéticas dez vezes maiores que os meios comuns, baseados em ferro.

Uma das principias vantagens do meio filtrante é sua robustez na remoção de arsênico quando o submete a condição de pH variável. Ainda nestas condições, o meio consegue reter consistentemente As, o qual é importante quando existem variações estacionais no pH da água de alimentação

O meio ADSORBSIA é um meio de uso único que é utilizado geralmente na configuração de fluxo descendente. Podem realizar retrolavagens periódicas, com o único objetivo de expandir o leito, mas a típica frequência é muito baixa. Devido a que o leito se dispõe uma vez que haja sido esgotado, não são geradas correntes de água carregadas com arsênico que devem ser tratadas antes de eliminá-las. Graças a sua alta afinidade com o arsênico, permite ser descartável segura e facilmente como recheio, visto que é considerado um resíduo perigoso.